BRB suspende licitação após atuação do Sinapro-DF

Banco de Brasília BRB suspende licitação

Órgãos estão cada vez mais atentos à importância do diálogo junto às agências de propaganda no aprimoramento de seus editais.

O Banco de Brasília (BRB) suspendeu, no ultimo dia 16, o seu Edital de Concorrência nº 3/2019 para a contratação de até duas agências de publicidade após petições do mercado. Uma dessas manifestações foi enviada pelo Sindicato das Agências de Propaganda do Distrito Federal (SINAPRO-DF) em 02/10.

O SINAPRO-DF apontou a necessidade de adequação de cerca de 30 itens, desde erros materiais simples até a revisão de itens como a garantia contratual, a ausência de honorários de remuneração sobre serviços prestados, a equipe mínima para atendimento e a forma de avaliação e julgamento das propostas.

A iniciativa do SINAPRO-DF busca, além de contribuir para a proteção da atividade econômica das agências de propaganda, colaborar para a segurança jurídica da contratação almejada pelo Banco, com base nas leis de licitações (Lei nº 8.666/93) e de publicidade (Lei nº 12.232/10).

De acordo com o presidente do Sindicato, Ricardo Menezes, o mercado está entendendo cada vez mais a importância em dialogar com as agências de publicidade. “Os órgãos estão aceitando suspender suas licitações para analisar e melhorar seus processos de escolha das agências e isso é muito positivo. A nossa preocupação é na construção de um mercado melhor e de qualidade”, avaliou.

IGESDF também atende solicitação do SINAPRO-DF

Na mesma semana o SINAPRO-DF atuou em favor do mercado publicitário junto ao Instituto de Gestão Estratégica da Saúde do Distrito Federal (IGESDF). No dia 08/10 o Instituto havia convocado agências de publicidade interessadas a entregar estimativa de preços para a sua demanda de comunicação e estipulou prazo exíguo para a entrega de propostas: apenas 15 dias.

Por meio de sua assessoria técnica o SINAPRO-DF solicitou a extensão de prazo para a entrega das propostas para 30 dias, de forma a viabilizar a entrega de propostas com maior qualidade por parte das agências. O IGESDF prontamente acatou o pedido, apesar de não estar submetido ao rigor da lei de licitações, o que reitera a legitimidade do Sindicato e sua relação de parceria e cooperação com o setor público.

Fonte: Sinapro-DF

 Foto: Acácio Pinheiro / Agência Brasília