Desde 1976 trabalhando para que a propaganda do Distrito Federal se desenvolva e seja cada vez mais profissional.

Tudo começou às 19 horas do dia vinte e cinco de outubro de 1976 no Edifício Presidente, antiga sede da MPM em Brasília. Agências sediadas em Brasília se reuniram para fundar a Associação Profissional das Agências de Propaganda de Brasília – APAP-Brasília.

À histórica reunião compareceram os dirigentes das agências Atual Propaganda, Arte Propaganda Ltda; DQV Publicidade, Grupo Brasileiro de Propaganda, Grupo Jovem de Publicidade, Know How Publicidade, L&C Propaganda e Relações Públicas, MPM Propapaganda, Oficina de Comunicação, Procom – Promoções e Comunicação, SGB Publicidade, Sistema Empreendimentos e Publicidade, Bomtempo Propaganda e Graphos Publicidade.

O primeiro dirigente da entidade foi o publicitário Fernando Galloti Serra, secundado por Wanderley Mattos, José Carlos Moura Leitão, Carlos Alberto Pinheiro , Geraldo Liberal Ferreira, Adail de Souza, Sergio Dimacau, Carlos Pontes, João Batista de Monte, Italo Silgueiro Filho, Neuza Figueiredo, Helio Maria Bomtempo; Bernadete Nunes Pereira e Emivaldo José de Souza.

Em 9 de junho de 1978, reuniu-se novamente a diretoria da APAP-DF e deliberou transformar a entidade em sindicato, com o requerimento da competente carta sindical . E aí nasceu o Sindicato das Agências do Distrito Federal .

Muitos desses colegas que lutaram à frente de suas empresas e queriam um mercado melhor e regularizado, já não estão entre nós. A eles e seus familiares o nosso respeito e eterna gratidão pelo que fizeram. Algumas empresas de propaganda também desapareceram na voragem do tempo, ou foram absorvidas.

Alguns profissionais de primeira hora da fundação da entidade permanecem à frente de suas empresas, e outros, como Neuza Santana de Figueiredo, José Carlos Leitão, Ítalo Silgueiro Filho e Eber Romão de Mello são guerreiros que, além de suas múltiplas atividades, encontram tempo para colaborar nesta entidade até hoje. O nosso penhorado muito obrigado por tanta dedicação. E a certeza de que fazem parte da história da propaganda brasiliense.

Desde aquela data, vinte e seis anos se passaram. O mercado cresceu, Brasília se agigantou, e começou a receber agências nacionais e multinacionais. O setor como um todo evoluiu e hoje a nossa capital é um dos principais pólos da atividade publicitária no país.

Diretorias se sucederam e sempre ofereceram o melhor de sua capacidade e iniciativa em prol do Sindicato das Agências. Hoje, muitas ações e trabalhos desenvolvidos pelo Sindicato das Agências de Propaganda do Distrito Federal é referência para coirmãos de outros estados, e freqüentemente transfere conhecimentos e tecnologia.

Aos fundadores dessa entidade que representa os interesses de toda publicidade brasiliense, o nosso preito de gratidão. E a mensagem de que, malgrado todas a mudanças que o país atravessou nestes 26 anos, o nosso Sindicato permaneceu ativo e vigilante. Na defesa dos interesses das agências associadas e do nosso mercado.